Personalidades históricas: Fábio Koff

Fabio Koffl

O Brasil hoje perdeu uma grande referência do futebol. O gremista Fábio Koff, faleceu hoje aos 86 anos.

Nasceu no dia 13 de Maio de 1931, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha. Formado em direito, chegou a atuar alguns anos como juíz, mas nunca deixou de lado a sua paixão pelo futebol.

Gremista de coração, sempre foi sócio do Tricolor. Acabou entrando para o conselho através de outro presidente histórico, o saudoso Hélio Dourado, falecido no ano passado. Começou os trabalhos no clube como vice de futebol de Dourado, e daí alçou grandes vôos à frente do Grêmio.

Fábio Koff com as taças do Grêmio

Ao longo de sua vida, pode experimentar várias conquistas e momentos importantes do clube pelo qual sempre foi apaixonado. Fábio Koff esteve no comando do clube tricolor nos períodos mais gloriosos de sua história: as conquistas do Mundial de 1983, e também as duas primeiras Libertadores da América, em 1983 e 1995. A última passagem de Fábio pelo Grêmio foi de 2011 a 2015, ficando mais marcado pela renegociação do contrato de pagamento da construção do novo estádio do clube. Ainda assim, seu nome já estava marcado como um dos principais dirigentes da história do futebol brasileiro e símbolo de um Grêmio vitorioso nas décadas de 80 e 90.

Fabio Koff em coletiva de imprensa

Com engajamento político e facilidade de comunicação, Koff presidiu o Clube dos 13, organização criada para defender os interesse de grandes clubes brasileiros, durante 24 anos, de sua criação em 1987 até sua dissolução em 2011.

Um homem honroso, de grande importância para a história do futebol brasileiro. Conquistou vários rivais, mas nenhum inimigo!

Compartilhe:

Deixe seu comentário!