Crônicas do Torcedor: Galo doido!

Crônicas do Torecdor: Galo doido

Como boa parte da Massa, nasci atleticano.

Mas sou de Brasília, então a primeira vez no Mineirão foi apenas em 1998, com 12 anos. E para sorte (ou azar) um placar de 5×5 pra sentir o Minera pela primeira vez vibrar e me apaixonar pela torcida do Galo!

Com Marques e Valdir bigode pelo Galo e Bebeto e Túlio maravilha pelo Botafogo, foi um jogo eletrizante.

Fim de 1º tempo com 0x2 no placar, aos 2′ do 2º tempo Galo fazia o primeiro e aos 35′ sacramentava a “vitória” com 5×2. Mas com nos últimos 11′ o Botafogo conseguiu 3 gols e um empate com sabor de vitória para os alvinegros do Rio.

Valdir Bigode marca um dos gols de pênalti.

Em 99 voltei ao Minera para acompanhar a final do Brasileiro, 3×2 pro alvinegro mineiro em cima do Corinthians.

Infelizmente no 3º e decisivo jogo não marcaram um pênalti claro pro Galo (normal para os alvinegros paulistas) e com o empate de 0x0 ficamos com o vice campeonato.

Camisas mais bonitas do Atlético Mineiro

As camisas mais bonitas são de 2009. Com a crise mundial e claro também no futebol, ficamos sem patrocínio e a camisa “limpa”, apenas com o escudo, “lotto” e número do jogador foi a mais bacana dos últimos anos!

A branca (2º uniforme) inclusive tenho que providenciar uma moldura pois foi com ela que vi os títulos de 2013 e 2014 e consegui uma assinatura do Rei quando esteve aqui em brasília para lançamento de seu livro.

Além dessa tenho mais duas do mesmo ano com mangas compridas sendo a listrada clássica e uma branca.

Claro que com o escudo clássico também tem umas camisas retrô feras! Além da de 2012, 2013 e 2014 pelas conquistas (mas aí deixo pra uma outra crônica).

Saudações alvinegras, Gaaaaaaalo!

Daniel


Esse post foi escrito por um leitor do blog da RetrôMania. Você também pode contar sua história para nós! Clique aqui e saiba como enviar seu conteúdo.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!